(61) 3445-0595 (61) 3445-0596

Dr. Breno Gusmão – Coordenador da Hematologia

A Hematologia é um setor essencial na Oncologia, conhecido como um serviço central devido às áreas de atuações consideradas pilares fundamentais dentro do hospital. A hematologia presta serviço nas áreas:

  • Hematologia clínica;
  • Banco de sangue;
  • Laboratório diagnóstico.

 

No Grupo Santa Lúcia, as três áreas da Hematologia estão divididas e com independência de gestão, e contam com grande afinidade e colaboração interdisciplinar para o melhor cuidado do paciente.

Na Hematologia clínica é feito o suporte diagnóstico e tratamento para doenças benignas e malignas do sangue e problemas de coagulação (trombose e hemorragias).

No contexto as doenças benignas, a Hematologia do Hospital Santa Lúcia é responsável pelo diagnóstico e tratamento de quadros clínicos como anemias em suas diversas formas e tipos, leucopenias, plaquetopenias e aplasias.

Dentro dos problemas de coagulação, os profissionais atuam nos estudo e tratamento de quadros de alterações congênitas e adquiridas da coagulação e no outro extremo nas patologias trombóticas.

No quadro da hematologia maligna, é feito o diagnóstico e tratamento de doenças como síndromes mielodisplásicas e mieloproliferativas, leucemias agudas — mieloblásticas e linfoblásticas —, doenças linfoproliferativas — leucemias crônicas e linfomas —, gamopatias monoclonais — miolema múltiplo, amiloidose, síndrome de POEMS —, pós-conclusão diagnóstica, estratificação da agressividade da doença e são estabelecidas as estratégias de tratamento, com quimioterapia, radioterapia e transplante de medula óssea.

A equipe atua de forma ambulatorial, recebendo pacientes em consultórios, e com internações de pacientes quando necessário para cuidados, intercorrências ou tratamentos que sejam necessários internação.

Para o bom funcionamento, são fornecidos pareceres e consultorias a outras especialidades e é dado suporte nas intercorrências hemorrágicas e trombóticas — até mesmo de forma aguda, como em centros cirúrgicos —, além da continuidade de cuidados nos casos de suspeita diagnóstica de hemopatias malignas.