As doenças cardiovasculares estão se tornando inimigas das mulheres?

As doenças cardiovasculares (DCV) já são as principais responsáveis por mortes de mulheres no mundo. No Brasil, aproximadamente um terço das mortes são em decorrência de doenças do aparelho circulatório, entre elas o infarto agudo do miocárdio (IAM) e o acidente vascular cerebral (AVC). Juntas, elas matam seis vezes mais que o câncer de mama. Dados do Sistema Único de Saúde (SUS)  ainda revelam que houve um aumento recente no número de mulheres com IAM e AVC. Os principais fatores de risco para essas patologias nas mulheres são: obesidade, sedentarismo, colesterol alto, diabetes, pressão alta, tabagismo e uso de anticoncepcional 
oral. O número de casos é ainda maior no período da menopausa. Sendo assim, além do check-up ginecológico anual para prevenção de câncer de mama e de colo de útero, as mulheres devem, obrigatoriamente, procurar um cardiologista. Cerca de 80% dos casos
podem ser evitados com o reconhecimento precoce dos fatores de risco. O Santa Lúcia é referência em assistência cardiológica no Centro-Oeste e oferece desde o atendimento emergencial até cirurgias de alta complexidade.

 

Fausto Stauffer – CRM 16281
Cardiologista

 

Todos os domingos na Revista do Correio Braziliense temos um espaço para você, leitor, tirar dúvidas sobre alguma especialidade médica. Envie sua pergunta para comunicacao@santalucia.com.br e participe de nossa coluna.

07/04/2013
   |   Fonte: Informe Publicitário - Correio Braziliense

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

box