Como doar sangue e quem mais necessita recebê-lo?

Doar sangue é um ato de fundamental importância para salvar vidas. O processo inicia-se pela triagem, entrevista e análise clínica do potencial doador, que deve ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50kg e apresentar boa condição de saúde. Uma amostra de sangue é retirada para verificação e enviada ao laboratório para detecção precoce de problemas como hepatites B e C, HIV, doença de chagas e sífilis. O sangue só é direcionado para armazenamento no banco após o resultado dos exames, cuidado necessário para aumentar a segurança em transfusões. Após esse processo, ele é separado em plaquetas, hemácias e plasma. Os receptores, em geral, são pessoas que sofrem de doenças agudas ou crônicas e os que precisam de transfusão por anemia ou sangramento. Pacientes em tratamento de câncer e os submetidos a cirurgias cardiovasculares são os que mais necessitam desses componentes sanguíneos. A coleta e o estoque de sangue utilizado no Hospital Santa Lúcia são feitos por equipe especializada. Para mais informações, acesse a matéria Gotas de Solidariedade

 

Eduardo Ribeiro – CRM-DF 12414
Hematologista

 

Todos os domingos na Revista do Correio Braziliense temos um espaço para você, leitor, tirar dúvidas sobre alguma especialidade médica. Envie sua pergunta para comunicacao@santalucia.com.br e participe de nossa coluna.

09/06/2013
   |   Fonte: Informe Publicitário - Correio Braziliense

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

box