Exercícios físicos auxiliam na prevenção e tratamento da artrite reumatoide

A prática regular de atividades físicas pode influenciar na prevenção e tratamento da artrite reumatoide, doença inflamatória crônica que, ao atingir o revestimento das articulações, especialmente as das mãos e dos pés, causa um inchaço doloroso que pode resultar em erosão óssea e deformidade articular. Uma análise conduzida por pesquisadores americanos e publicada na versão on-line do periódico Arthritis Research and Therapy reuniu 29 estudos que avaliaram exercícios físicos praticados durante pelo menos quatro semanas por 2.449 adultos com doenças reumáticas, entre elas a artrite reumatoide. Os pacientes apresentaram melhora dos sintomas apresentados. “As atividades físicas melhoram o condicionamento aeróbico, a condição mecânica da articulação e a resposta imune à inflamação, diminuindo a intensidade da dor, ampliando os movimentos e prevenindo deformidades”, afirma Sandra Andrade, reumatologista do Hospital Santa Lúcia. A artrite reumatoide costuma ser mais comum em mulheres de 20 a 59 anos de idade. Sua origem está no processo inflamatório decorrente de alterações do sistema imunológico, que são, em parte, geneticamente determinadas, mas também influenciadas por fatores ambientais como infecções prévias, traumas físicos, alterações emocionais e sedentarismo. Os principais sintomas da doença são dores e inflamações em pequenas articulações de mãos e pés, que podem ser confundidos com sintomas de reação a doenças infecciosas. “Como não existem medidas preventivas ao aparecimento de artrite reumatoide, o especialista deve ser consultado sempre que houver suspeita da doença. O diagnóstico precoce permite que o tratamento tenha melhor resultado”, enfatiza Sandra Andrade.

23/05/2015
   |   Fonte: Ascom - Grupo Santa

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

box