Hospitais Santa Lúcia e Santa Helena promovem semana do coração no Brasília Shopping

Estande de saúde foi montado no hall principal do shopping durante os dias 26 a 28 de setembro

 

 

 

 

Em todo o mundo o coração está no topo do ranking de mortes causadas por doenças, atingindo em média 300 mil brasileiros por ano. Mas segundo a Federação Mundial do Coração (na sigla em inglês World Heart Federation – WHF) 80% das doenças coronarianas podem ser evitadas somente com medidas preventivas aos fatores de risco que levam as condições patológicas. Com essa meta, os hospitais Santa Lúcia e Santa Helena promoveram evento especial com foco na prevenção de doenças cardíacas. Durante os dias 26 a 28 de setembro no Brasília Shopping foi montada a ação Por dentro do seu Coração, com participação de médicos das instituições.

 

 

 

Este é o segundo ano que os hospitais se unem em evento para a comunidade a fim de disseminar boas práticas para a saúde do coração. Em 2011 o evento promoveu mais de 200 atendimentos em dois shoppings da cidade. Este ano, o estande contou com a presença de seus cardiologistas, além de aferição de pressão arterial e teste glicêmico para quase 700 pessoas que passaram pelo estande no shopping.

 

 

 

Investir recursos para a promoção do esclarecimento da população significa redução de gastos futuros com a saúde. Segundo o Dr. Lázaro Miranda, chefe da cardiologia do Santa Lúcia e membro do Fellowship of American College of Cardiology, a cada R$ 1,00 gasto em campanhas a economia no tratamento no futuro é de R$ 4,00. “Se você previne, evitamos que este indivíduo ocupe leitos hospitalares no futuro, sejam públicos ou privados. Não ocupando estes leitos, a demanda fica por conta das demais patologias”, explica.

 

 

Principais causas 

“Além das doenças cardiovasculares serem provocadas e/ou pioradas pelo hábito de fumar, você tem vinculado ao fumo 4 mil substâncias nocivas à saúde”, Dr. Lázaro Miranda, coordenador da Cardiologia no Santa Lúcia

Segundo estudos da WHF o consumo do tabaco é a segunda maior causa para o surgimento das doenças coronarianas. O primeiro é a hipertensão arterial. Atualmente, cerca de 17% da população adulta se declara fumante, um número bastante expressivo. Na década anterior, a porcentagem era de 34%. A redução nos números de tabagistas no Brasil se dá, principalmente, devido a campanhas e as leis que protegem a população não-fumante. “Além das doenças cardiovasculares serem provocadas e/ou pioradas pelo hábito de fumar, você tem vinculado ao fumo 4 mil substâncias nocivas à saúde que também desencadeiam outras doenças como o câncer, doenças vasculares periféricas, degenerativas, pulmonares e obstrutivas”, informa o médico.

 

 

Outros fatores de risco para doenças cardiovasculares são verificadas através das taxas de gorduras sanguíneas, a combinação elevada de colesterol e triglicerídeo são considerados o terceiro maior fator para o surgimento de doenças do coração. “O individuo que já tenha uma predisposição e vive uma vida estressante, vira uma vítima fácil das doenças cardiovasculares. Sem falar no diabetes, que permeia todos esses aspectos. O açúcar elevado no sangue é uma condição de alto risco para doenças cardiovasculares”, reforça Miranda. A recomendação é que para indivíduos sem histórico familiar e doenças associadas, o checkup seja realizado dependendo da necessidade médica. Já aqueles que constataram em exames preliminares algum risco cardíaco, a indicação é visitar regularmente um cardiologista para acompanhamento dos sintomas. 

 

Confira as fotos do evento. 

01/10/2012
   |   Fonte: Equipe do Site

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

box