O que é e como tratar a hiperidrose?

A hiperidrose é uma condição caracterizada por suor excessivo e em uma quantidade mais do que a necessária para a regulação da temperatura corporal. Pode ser secundária ao hipertireoidismo, diabetes, lesões cerebrais e outras enfermidades. Afeta entre 1% e 3% da população mundial, sendo predominante nos países próximos ao Equador e mais comum em adolescentes. A forma focal envolve o rosto, palma das mãos e pés. Os sintomas se acentuam em situações de estresse e o tratamento pode ser conservador ou cirúrgico. O primeiro consiste no uso de medicamentos à base de alumínio, substâncias ionizantes, drogas anticolinérgicas e toxina botulínica (botox). Todos esses procedimentos têm efeitos colaterais importantes e são pouco duradouros. O tratamento cirúrgico tem como candidato ideal o paciente jovem (menos de 25 anos), com índice de massa corporal abaixo de 28 e doença focal. A cirurgia da hiperidrose atinge um nível de satisfação acima de 95%. O Hospital Santa Lúcia tem sido pioneiro no tratamento da hiperidrose e possui médicos com larga experiência neste tipo de procedimento.

 

Manoel Ximenes Netto, CRM DF 395
Cirurgião Torácico 

 

Todos os domingos na Revista do Correio Braziliense temos um espaço para você, leitor, tirar dúvidas sobre alguma especialidade médica. Envie sua pergunta para comunicacao@santalucia.com.br e participe de nossa coluna.

12/05/2013
   |   Fonte: Informe Publicitário - Correio Braziliense

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

box