Quais os principais problemas do sono?

A maioria dos indivíduos necessita dormir de 7 a 8 horas por noite. Os transtornos do sono podem gerar doenças e queda no desempenho cotidiano. Mais de 63% dos brasileiros se queixam de problemas como ronco (61%), insônia (35%), pesadelos (17%), movimentos de pernas (53%) e paradas respiratórias (37%).

 

 

Dentre os distúrbios, a apneia do sono merece especial atenção, pois causa doenças cardiovasculares, metabólicas e neurológicas, como hipertensão, infarto, arritmias, insuficiência cardíaca, diabetes e acidente vascular cerebral. O ronco é o sintoma mais evidente. Acordar com sensação de sufocamento ou engasgo, sudorese, sonolência durante o dia e diminuição do apetite sexual, também são comuns. O tratamento depende da intensidade do problema. Pode ser usada uma prótese para auxiliar a respiração, aparelhos intrabucais para tracionar a mandíbula e cirurgias para eliminação de barreiras que dificultam a respiração. O Santa Lúcia conta com laboratórios de sono, infraestrutura de diagnóstico de imagem, equipes de cardiologia, pneumologia e otorrinolaringologia para avaliar tais pacientes.

 

 

 

Ricardo Valadares – CRM-DF 8717

Médico do sono e otorrinolaringologista

 

Todos os domingos na Revista do Correio Braziliense temos um espaço para você, leitor, tirar dúvidas sobre alguma especialidade médica. Envie sua pergunta para comunicacao@santalucia.com.br e participe de nossa coluna.

 

17/03/2013
   |   Fonte: Informe Publicitário

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

box