Qual a importância da Terapia Intravenosa (TIV) no cuidado com o paciente?

A Terapia Intravenosa é um recurso indispensável quando há necessidade de infusão de fármacos e soluções medicamentosas através das veias. Com fins terapêuticos, o procedimento traz maior conforto e a máxima resposta clínica do paciente. O planejamento, execução e avaliação da técnica necessitam de profissionais capacitados, envolvidos na seleção adequada das veias, cateteres biocompatíveis (tubos mais finos, flexíveis) e, consequentemente, na forma segura de fixar o cateter à pele do paciente, sem extravasamento de medicação. As melhores práticas de fixação também evidenciam que os curativos transparentes são mais seguros, por permitirem maior estabilização do cateter, serem coberturas estéreis que evitam possíveis infecções e facilitarem a visualização da área de inserção do tubo. Atento a normas e diretrizes nacionais e internacionais, o Hospital Santa Lúcia conta com selo Nível Diamante no Programa de Certificação em Fixação Segura, promovido pela 3M, empresa multinacional que atua no mercado de soluções e inovações. Além disso, o Santa Lúcia mantém uma equipe de enfermagem relacionada à Terapia Intravenosa em constante aprimoramento, por meio dos programas de educação em serviço.

 

Enf. Viviane Gusmão – Coren-DF: 119.222
Enfermeira em Educação Continuada

 

Todos os domingos na Revista do Correio Braziliense temos um espaço para você, leitor, tirar dúvidas sobre alguma especialidade médica. Envie sua pergunta para comunicacao@santalucia.com.br e participe de nossa coluna.

02/09/2012
   |   Fonte: Informe Publicitário - Correio Braziliense

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

box